IBGE abre mais de 200 mil vagas para o Censo 2020

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) está com 208 mil vagas abertas para quem quiser trabalhar no Censo de 2020. A pesquisa, que é o mais importante mapeamento das condições de vida da população brasileira feita pelo IBGE, acontecerá entre agosto e outubro desse ano.

Para que são as vagas?

  • Agentes recenseadores, que vão de casa em casa fazer as perguntas à população e anotam tudo no sistema estruturado pelo IBGE. São mais de 40 mil vagas.
  • Agente supervisor: vai ajudar os recenseadores em caso de dúvida ou alguma necessidade eventual. São quase 5 mil vagas.
  • Censitário Municipal: vai coordenar, fazer a administração do trabalho e monitorar as atividades. São quase 6 mil vagas

Cada um desses cargos terá um salário diferente:

  • Agentes recenseadores: salário vai depender da quantidade de questionários respondidos e horas trabalhadas. É possível simular a remuneração neste site específico.
  • Agente supervisor: salário de R$ 1.700.
  • Censitário Municipal: salário de R$ 2.100.

Quais os requisitos? 

  • Para as vagas de recenseadores, é obrigatório ter o ensino fundamental completo.
  • Para os censitários e supervisores, é necessário ensino médio completo.

Quais as condições de contratação?

O trabalho é temporário e tem duração de cinco meses, divulgou o IBGE em um comunicado.   O Censo começará em agosto, mas um treinamento necessário aos selecionados para as vagas inicia no mês de julho.

A remuneração inclui 13º salário e férias proporcionais.

Qual o período de inscrição?

As inscrições começaram nesta quinta-feira (5) e vão até dia 24 de março, no site da organizadora do Processo Seletivo, o Cebraspe. A taxa para as funções de nível médio (censitário e supervisor) são de R$ 35,80 e para Recenseador, de R$ 23,61.

As provas serão realizadas no mês de maio e o resultado sai entre junho e julho.

Via: 6 minutos

Sem categoria

Deixe uma resposta